O que é preciso para ser um eletricista?

O que é necessário para se tornar um eletricista?
O processo de educação e certificação, entenda.

Ser eletricista pode oferecer uma ocupação prática com bons salários e alto nível de segurança no emprego. Eletricistas qualificados profissionalmente podem assumir a maioria dos projetos elétricos e decidir trabalhar para uma empresa ou ser autônomo.

Tornar-se um eletricista qualificado pode levar de dois a sete anos. Neste blog, listamos as etapas necessárias ou recomendadas para se tornar um eletricista. Mas não se esqueça que o eletricista como qualquer outra profissão precisa de atualizações, e cursos de eletricistas existem aos montes, e é preciso filtrar primando pela qualidade da empresa certificadora.

Diploma do ensino medio e de qualificações

O nível mínimo de escolaridade exigido para se tornar um eletricista é o diploma do ensino médio. Essa etapa educacional é importante na jornada para se tornar um eletricista porque o currículo do ensino médio cobre os princípios básicos usados ​​no trabalho.

Muitos eletricistas frequentam uma escola técnica. Seus cursos abrangem informações elétricas básicas, práticas de segurança e circuitos.

Se você ainda está no ensino médio, pode se preparar melhor para cursos profissionalizantes e aprendizado concentrando-se no seguinte:

Fundamentos matemáticos: O conhencimento em álgebra do ensino médio é de suma importância para se tornar um eletricista. Você pode precisar obter bons resultados em avaliações que requerem a álgebra para se qualificar. Saiba mais sobre os requisitos matemáticos estudando com livros didáticos, simulados virtuais ou por provas de candidatos já aprovados em algum curso.
Ciências físicas: Você deve ter uma compreensão da física, especialmente a física das correntes elétricas, para trabalhar como eletricista. Os cursos de física do ensino médio podem fornecer a base teórica e matemática para sua educação futura.
Cursos práticos: Se sua escola oferece cursos práticos como eletrônica, mecânica automotiva ou marcenaria, inscreva-se. Mesmo os cursos práticos que não necessariamente contribuem diretamente para o seu conhecimento em eletrônica, como marcenaria, podem ajudá-lo a ter mais confiança para trabalhar com as mãos.
Além de obter seu diploma, você precisará atingir a idade de 18 anos antes de dar o próximo passo para se tornar um eletricista.

Programa vocacional
Depois de receber o diploma do ensino médio ou da qualificação, na maioria dos casos você tem a opção de buscar um estágio diretamente ou iniciar um trabalho como ajudante. A maioria dos profissionais recomenda começar com um curso de treinamento elétrico respeitável ou com um programa de aprendizagem que combine a experiência em sala de aula e no local de trabalho.

Não só é mais fácil se qualificar para uma escola do que para um aprendizado sem experiência anterior, mas uma escola também ensina o conhecimento prático de que você precisa todos os dias no trabalho. A escola profissionalizante também pode ajudá-lo a obter um melhor aprendizado posteriormente.

Durante o treinamento você aprende teorias, cálculos, habilidades e informações que usará ao trabalhar como eletricista. A maioria dos cursos inclui unidades de noções básicas de eletricidade, matemática técnica, tarefas relevantes de mão de obra qualificada e os códigos elétricos nacionais e locais.

Depois de concluir o treinamento, sua escola profissionalizante pode conectá-lo a eletricistas locais que trabalham no setor escolhido e que desejam aceitar aprendizes. Seu treinamento pode até incluir cursos sobre como se candidatar e entrevistas para empregos, para que você esteja adequadamente preparado para seu futuro profissional.

Aprendizagem
Como aprendiz, você trabalhará com um ou mais eletricistas formais em canteiros de obras reais. Você aprenderá e praticará as habilidades de eletricista diretamente desses profissionais.

Em alguns casos pode ser exigido o período de tempo que você deve trabalhar como aprendiz antes de se tornar eletricista. Na maioria dos casos, esse prazo varia de dois a sete anos conforme o nível do curso.

Licença
Engenheiros eletricistas podem se filiar ao CREA, isso trará muitos benefícios vantajosos ao profissional, ainda que se tenha de pagar uma anuidade. Para os informais é interessante se ingressar no MEI para ter um registro jurídico de atuação na área.

Depois de se registrar, você receberá uma licença e poderá começar oficialmente a trabalhar como eletricista.

Treinamento NR10
Além de sua educação inicial, você provavelmente precisará fazer um curso específico chamado NR10. É normal o questionamento a respeito da existência de uma validação do treinamento de NR10 pelo Ministério da Educação (MEC). A NR10 foi desenvolvida e é monitorada pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), portanto é um treinamento obrigatório destinado a todo eletricista e tem a obrigatoriedade de ser renovado a cada 02 anos.

Você pode querer ingressar em qualificações novas de tempo em tempo, especialmente se você trabalha frequentemente em projetos com um novo trabalho elétrico inovador. Este treinamento contínuo é particularmente importante para o eletricista de hoje, porque as mudanças na eletrônica pessoal e residencial mudaram a forma como os edifícios são conectados.

Pronto para iniciar sua jornada rumo à carreira de eletricista? Fale com eletricistas e educadores para saber mais sobre as oportunidades confiáveis ​​de treinamento, educação, aprendizagem e certificação em sua área.