Acidentes de trabalho com eletricistas – Quais são e como evitar?

Acidentes de trabalho com eletricistas – Quais são e como evitar?

Acidentes de trabalho infelizmente não são coisa antiga. Na verdade, conforme a tecnologia aumenta aparecem novos maquinários e novas técnicas de trabalho.

Tudo isto inevitavelmente acabam aumentando as possibilidades de riscos do trabalhador comum. Infelizmente mesmo os novos materiais de proteção, sejam eles EPIs ou EPCs dificilmente conseguem chegar perto de impedir o problema.

Isto acontece porque não importa só o uso dos equipamentos, mas sim a forma e consciência com a qual eles são utilizados.

Normas como a norma NR10 buscam entregar técnicas e procedimentos gerais que facilitam todo o trabalho dos profissionais da área. Garantindo uma melhor segurança e conforto em geral.

Entretanto é preciso notar que conhecer os principais tipos de acidentes de trabalho também ajuda a ter uma atenção maior. Sendo assim estamos aqui para mostrar os principais dados sobre o assunto.

Vamos conferir?

Acidentes de trabalho com eletricistas – Mais comuns

Primeiramente é importante dizer que acidentes de trabalho podem acontecer com qualquer um, e também de praticamente qualquer jeito. Claro, algumas profissões estão mais sujeitas a alguns riscos do que outras, mas o principal fator do acidente é a imprevisão.

Sendo assim preciso dizer que estes são os acidentes mais comuns, mas não são os únicos. Por isso aqui estão algumas das situações que você precisa realmente ter mais cuidado:

1 – Choques elétricos

Os choques elétricos acontecem quando uma corrente elétrica passa através do seu corpo. Às vezes isto acontece sobre a sua pele, e por isso acaba sendo inofensivo, um efeito que as pessoas utilizam em feiras de ciência para arrepiar os cabelos.

Mas é importante notar que a carga pode aumentar e começar a passar por todos os órgãos do corpo. Assim é possível ter queimaduras graves ou mesmo efeitos neurológicos preocupantes.

Os músculos se contraem com a presença da eletricidade e é precisamente isso que faz o seu coração bater.

Entretanto a corrente errada na hora errada pode infelizmente causar um efeito bastante problemático. Desde arritmias graves até mesmo uma parada cardíaca pode acontecer.

Por isso as pessoas que trabalham com grandes potências precisam ter conhecimentos e equipamentos de proteção específicos. Não se deve brincar com a eletricidade.

2 – Queimaduras

É normal imaginar que eu esteja me referindo a queimaduras geradas por questão dos choques elétricos. Entretanto elas também podem vir do bom e velho fogo.

Acredite você ou não, mas eletricidade pode gerar fogo de uma maneira mais rápida do que se pensa. Principalmente quando se fala de uma descarga elétrica muito forte.

Entenda que eletricidade é só uma forma de energia, e a energia não se comporta sempre do mesmo jeito. Quando você não tem um veículo para conduzir toda aquela corrente a verdade é que parte dela se dissipará de outras formas, como por exemplo o calor.

As lâmpadas incandescentes de antigamente funcionavam exatamente assim. Elas emitiam luz diretamente do fio que aquecia tanto que acabava emitindo luz. Ou seja, a eletricidade se convertia em calor e em luz.

Este tipo de comportamento é o que aquece também os nossos chuveiros e fornos elétricos.

Infelizmente isto pode acontecer na hora e local errado. Principalmente se houverem substâncias inflamáveis, as chamas podem aparecer.

3 – Acidentes de trabalho com explosões

A eletricidade pode ser perigosa a ponto de criar chamas de ignição, que no local errado podem causar aquele efeito de explosão.

Isto acontece principalmente em grandes fábricas que lidam com gases inflamáveis ou líquidos muito perigosos. Então qualquer curto irá gerar perigosas centelhas para a segurança do profissional. Algo que vale a pena ficar de olho.

acidentes com eletricista

Conclusão

Trabalhar com alta tensão é realmente um grande desafio. Sendo assim a minha recomendação é que você siga todos os procedimentos necessários para se garantir um bom resultado na sua segurança.

Lembrando ainda que um dos principais fatores que geram acidentes hoje em dia é a falta de foco do colaborador. Assim é possível que a pessoa se encontre em dificuldades maiores do que imprevistos do clima ou semelhante.

Seguir as normas regulamentadoras, como por exemplo a NR10 também é um excelente meio de fazer com que você tenha boas práticas. Ainda que você seja só um trabalhador autônomo e que não tenha grandes ambições de crescer.

Você precisa ter algum meio de se proteger contra problemas e acidentes, e se eles acontecerem precisa saber com agir para minimizar o dano.

Então por hoje acredito que estas tenham sido boas informações. Qualquer dúvida que você tenha sobre o assunto não se esqueça de consultar boas fontes.

Talvez uma empresa de consultoria em segurança do trabalho possa dar uma boa ajuda.

Mas não me recuso em passar o conhecimento que eu tenho, basta você escrever algum comentário, que assim que eu tiver um tempinho posso responder, ok?

Se tiver alguma sugestão de conteúdo será bem aceita!

No mais é isso, espero que você esteja mais seguro.

Até a próxima dica.