Arquivo da tag: plantas

Tenha plantas saudáveis em vasos

Tenha plantas saudáveis em vasos 

Quer ter dentro da sua casa uma pequena amostra de um jardim? Conheça as dicas de como cuidar de plantas e mantê-las saudáveis em vasos para que fiquem bonitas em qualquer ambiente. 

 Escolha o vaso certo para sua planta 

Certifique-se de que há um ou mais furos no fundo do vaso para permitir que a água flua livremente. Quando a drenagem é insuficiente pode fazer com que as raízes se afoguem e a planta morra prematuramente. Quase tudo pode ser usado como um recipiente para plantas, então o tipo de vaso que você escolher depende da sua preferência e do seu orçamento. Se você preferir vasos leves, que são fáceis de carregar e podem suportar as temperaturas do inverno, procure resina, fibra de vidro e plástico. Esses materiais não são porosos, portanto, eles absorvem menos umidade do que a argila não esmaltada ou a madeira, deixando mais água para a planta. 

Plantas saudáveis precisam de terra boa 

Não use a terra do quintal ou do jardim no seu vaso. Ela pode estar misturada com sementes de erva daninha, insetos e doenças de fungos. Compre uma mistura própria para vasos em alguma casa de jardinagem do seu bairro. Essa é uma mistura solta e leve de materiais como turfa, vermiculita (elementos próprios para plantas) e, muitas vezes, matéria orgânica composta. Se você estiver plantando suculentas ou cactos, use uma mistura especialmente formulada para esse tipo de espécie. Para reduzir a manutenção da planta, compre uma mistura contendo um fertilizante de liberação lenta com polímeros de cristais capazes de reter a umidade. 

Escolha as plantas certas 

Toda planta precisa de ambiente adequado para se manter saudável. Você deve levar em consideração as condições do seu espaço. Não tente cultivar uma flor, como uma rosa por exemplo, que requer seis horas de pleno sol, em uma varanda que recebe apenas uma hora no início da manhã. 

Conheça as plantas antes de adquiri-las, leia sobre elas, peça conselhos nas floriculturas e escolha aquelas que prosperarão no sol ou na sombra que você tem na sua casa. Ao decidir o que comprar, a técnica mais simples é usar um tipo de planta por vaso. Se você optar por combinar vários tipos, certifique-se de que todas gostem das mesmas condições de luz e umidade. Não coloque um cacto e um amor-perfeito juntos em uma jardineira e espere que se deem bem.  

Prepare os vasos antes de colocar a planta 

Se os seus vasos forem grandes, coloque-os onde eles irão ficar antes de preenchê-los. Uma vez que estiverem cheios e regados, eles podem ficar muito pesados para serem movidos para outro lugar.  

Coloque um filtro de café ou um pedaço de pote quebrado sobre o (s) furoa (s) no fundo do pote vazio. Isso evitará que a mistura de terra seja lavada, mas ainda permitirá que a água drene. 

Encha o vaso com a terra. Coloque quantidade suficiente da mistura de vaso para que a base da planta (onde o tronco brota da superfície da terra) fique a cerca de 2,5 centímetros do topo do vaso. Antes de plantar, abaixe a terra levemente com os dedos para eliminar o ar. Não use força.  

Como remover a planta 

Remova a planta do recipiente no qual ela foi comprada, seja um saquinho plástico ou um vaso simples. (É uma boa prática regar as plantas em suas embalagens originais pelo menos uma hora antes do transplante. Isso facilitará sua remoção e diminuirá o choque de transplante.) Apoie o topo da ‘bola de raiz’ (a massa semisólida de solo e raízes) colocando um dedo em cada lado do caule. Então, pegue o vaso escolhido para transplantá-la e deixe a planta cair suavemente de sua mão. Nunca tire uma planta pelo seu caule.    

Se as raízes estão circulando ao redor, a planta está ligada a raízes. Torça, cuidadosamente, as pontas das raízes antes do plantio. Coloque a planta em cima da mistura. Deixe pelo menos uma polegada ou mais em torno de cada bola de raiz para que você possa adicionar a mistura entre elas. Cuidadosamente, preencha com pequenos punhados de terra. Dê tapinhas suaves para eliminar os bolsões de ar. Não jogue a terra sobre a planta – verifique se o caule está completamente acima da superfície.   Deixe cerca de 2,5 centímetros entre a superfície do solo e a borda do vaso. 

Águe o recipiente. Isso irá acomodar as raízes em seu novo lar. Se o nível do terra cair abaixo do topo da bola da raiz, adicione uma mistura adicional para recuperá-lo.

Regue sua planta 

Se você plantar na primavera e o clima estiver ameno, você provavelmente pode regar uma vez por semana. À medida que o verão vai chegando, as plantas precisam de mais água. Não só o tempo quente evapora a umidade antes que a planta possa usá-la, as plantas também precisam de mais água à medida que crescem. Plantas suspensas e potes pequenos podem precisar de rega duas vezes por dia (os melhores horários são de manhã e à noite). Uma vez por dia é suficiente para vasos grandes. 

Regue suas plantas até a água sair dos furos de drenagem. Dessa forma, você saberá que a terra está conseguindo receber a umidade até o fundo. Se você estiver usando pratinhos sob os vasos, esvazie-os depois de regar e depois da chuva.  

Não molhe as folhas e as flores. Molhar a folhagem pode causar doenças fúngicas e às vezes até a manchar as folhas. Não se preocupe se plantas e flores parecerem murchas no momento mais quente do dia. Enquanto a parte superior da terra estiver úmida, você provavelmente não precisa se preocupar. Murchar é um mecanismo de autoproteção para evitar muita perda de umidade da área da raiz. Espere até o pôr-do-sol e observe que as flores voltarão ao normal.  

Plantas em vasos precisam de fertilizantes 

As plantas que crescem em vasos precisam de mais fertilizantes do que aquelas plantadas no solo. Quanto mais você água, mais rapidamente você limpa os nutrientes da terra. É bom usar um fertilizante de liberação de longo prazo quando plantar. Se você deseja plantas realmente saudáveis, alimente-as com um fertilizante líquido ou solúvel em água, a cada duas semanas, de acordo com as instruções da embalagem.